sexta-feira, junho 16, 2006

Memories

Lembro-me do tempo em que vivia em Venezuela-Caracas, e tenho boas recordações do tempo em que lá vivi. Morava num prédio no qual tinha umas escadas que dava para o terraço, nessas mesmas escadas, as minhas irmãs e eu sentavamo-nos numa tabua e desciamos a grande velocidade pelas escadas, era a loucura!
Cortavamos os jornais em fitas e colavamos no tecto pela casa toda ( a nossa mámá queria matar-nos), e fingiamos que estavamos numa festa; com a roupa dos meus pápás tambem era uma desgraça, porque a tiravamos do guarda-roupa e espalhavamos pela casa toda, e faziamos de conta que iamos a feira fazer compras.
Aos Domingos, quando ouviamos um sininho tocar já sabiamos que era "el heladero" (homen dos gelados), e pediamos ao nosso pápá para comprar-nos um gelado (ele nem sempre estava com disposição para nos comprar o gelado), e quando ele nos dava era uma alegria!
Lembro-me tambem quando os nossos pápás nos dizia para comprar pães a padaria, eu pedia-lhes sempre dinheiro para comprar umas empanadas (genero de rissois) com queijo quentinhas que me sabiam pela vida!, já para não falar do café que a nossa mámá fazia todas as noites depois do jantar, ainda hoje sinto aquele cheirinho a café!
Será que os jovens de hoje sabem o que é saborear um gelado ou guluseimas, como eu já saboriei?
Será que brincadeiras simples, os alegravam, como me alegravam a mim?
Será?!
Eu só sei que esses momentos os tenho guardados na minha memoria e no meu coração.

2 comentários:

Sol disse...

De las empanadas no me recuerdo, pero del heladero si,los helados eran hechos de hielo picado, que bueno :)

Tixa disse...

As memórias são uns dos doces da vida, tb já me questionei várias vezes como tu sobre os jovens de hoje.
Prazer em conhecer-te, vou voltar.
Bjs grandes